Justiça bloqueia bens de Cabral, Pezão e de quatro deputados do Rio

Atendendo a pedido do Ministério Público estadual, a juíza Roseli Nalin mandou bloquear as contas, que somadas possuem mais de R$ 190 milhões.

A juíza Roseli Nalin, da 15ª Vara de Fazenda Pública do Rio de Janeiro, determinou o bloqueio e indisponibilidade de bens de seis políticos, entre os quais os ex-governadores Sérgio Cabral Luiz Fernando Pezão e o ex-presidente da Assembleia Legislativa do Rio, Jorge Picciani, por suspeita de improbidade administrativa.

A decisão partiu de um pedido do Ministério Público estadual, que tinha ajuizado em dezembro uma ação civil pública contra dez envolvidos em irregularidades em doações de campanha.

A magistrada disse na decisão que houve financiamento ilícito de campanha do então deputado estadual Chistino Áureo, por meio do diretório nacional do PSD e pagamentos indevidos ao PDT, todos relativos às eleições de 2014, informa o “R7“.

“Os fatos praticados constituem improbidade administrativa, tendo causado dano ao erário e enriquecimento ilícito do grupo, formando ciclo vicioso que em última seara, visou à perpetuação dos mesmos no poder político do Estado”, escreveu a juíza Roseli Nalin.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *