Arquivo da tag: Avanço

4G vai levar até cinco anos para se desenvolver no Brasil, diz Oi

Realidade em mercados como Coreia do Sul, EUA e Japão, o 4G ainda não chegou para valer no Brasil. A tecnologia que acelera a banda larga móvel existe no papel desde junho, quando a frequência de 2,5 Mhz foi a leilão numa operação em que R$ 2,9 bilhões foram arrecadados junto às operadoras interessadas em explorar o serviço.

Desde então as empresas de telefonia se armam para experimentar a tecnologia e aprimorar seu uso antes de oferecê-la aos consumidores. As cidades-sede da Copa do Mundo terão prioridade em receber o 4G. Belo Horizonte, Brasília, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo devem ter a implantação iniciada em 2013, segundo previsão do ministro das Comunicações, Paulo Bernardo.

Testes começaram a ser feitos. Na última semana Claro e Oi ofereceram degustações a consumidores em cidades turísticas como Campos do Jordão (SP), Búzios e Paraty (RJ) e em Brasília.  Em ambos os experimentos, segundo as operadoras, a velocidade de 80 Mbps foi superada, chegando, no caso da Oi, a 88 Mbps com rajadas de 100 Mbps. Os índices superam em muito o 1 Mbps, velocidade praticada atualmente no mercado.

“O perfil de utilização de internet pelos brasileiros tem se direcionado cada vez mais para o tráfego de vídeos e para o download de arquivos pesados, o que demanda conexões como o 4G, que proporcionam alta velocidade e perfeita qualidade na navegação. Percebemos que os sites de streaming de vídeos foram os mais acessados”, analisa Carlos Eduardo Monteiro, diretor do Projeto4G da Oi.

Segundo a empresa, o tempo de maturação da tecnologia tende a ser de três a cinco anos, dado o amadurecimento também no mercado internacional. Ao Olhar Digital, a operadora diz que ainda é cedo para projetar preços pelos quais os pacotes serão oferecidos. “Pacotes similares praticados na Europa custam de 50 a 60 euros por mês (equivalente a R$ 150). O serviço estará inicialmente voltado para quem estiver disposto a pagar por um serviço premium”, informa.

De olho na extensão da cobertura 4G, o governo já sinalizou interesse em leiloar a faixa de 700 Mhz para uso da nova tecnologia. Neste caso, no entanto, há um imbróglio iminente: as TVs abertas trafegam seus dados nesta frequência e, dada a intenção de prorrogar o desligamento do sinal analógico para além de 2016, a utilização pelas operadoras ainda é incerta.

Fonte: Olhar Digital

Nexus 7 e Surface podem superar iPad

A liderança do iPad entre os tablets pode estar com os dias contados: Google eMicrosoft vão superar aApple no mercado, segundo estudo da Forbes.

A revista norte-americana avaliou os tablets das três empresas em diferentes aspectos e concluiu queNexus 7 e Surface podem sim superar o iPad nos próximos anos, mesmo que o tablet da Apple tenha, atualmente, quase 70% do mercado.

O principal atrativo do Nexus 7, do Google, é o preço – ele custa US$ 199, enquanto o iPad mais barato sai por US$ 399. O artigo ressalta também que a tela de 7 polegadas, enquanto o iPad tem 10 polegadas, faz dele uma excelente opção dentro de um nicho do mercado.

Já em relação ao Surface, a praticidade do tablet da Microsoft pode atrair os consumidores – ele acompanha uma capa protetora que também funciona como um teclado físico. Assim, o Surface é bastante indicado para quem quer ter uma experiência similar a um PC ou notebook em um tablet.

Por mais que a Microsoft e o Google estejam entrando agora em um mercado que já é dominado pela Apple e que não recebeu bem algumas outras fabricantes (como a HP), o Nexus 7 e o Surface podem aprender com os erros dos concorrentes e focar em nichos específicos para conseguirem sucesso.

Os nichos, no caso, são diferentes para cada uma das empresas. De acordo com a Forbes, o Google deve focar no mercado de dispositivos de 7 polegadas com preço mais acessível, enquanto a Microsoft pode usar as funções próximas de um PC para tornar o Surface mais atrativo principalmente dentro do mercado corporativo.

Fonte: Olhar Digital

Hangout, do Google+, chega ao Gmail

O antigo chat de vídeo do Gmail foi substituído pelo Hangout do Google+,anunciou a empresa nesta segunda-feira (30/07).

O serviço de conversas por vídeo do Google Talk integrado ao Gmail, lançado em 2008, resistia ao Hangout do Google+, criado no ano passado, mas não escapará da transição. O principal motivo da mudança é o recurso do Hangout que possibilita a conversa com até nove amigos simultaneamente.

A empresa afirma que a mudança será benéfica aos usuários, já que com o Hangout será possível iniciar uma conversa por vídeo com qualquer pessoa em qualquer lugar, seja em uma janela do Gmail, no Google+ ou em um dispositivo com Android ou iOS.

Além da possibilidade de conversar com amigos em diferentes aparelhos, os usuários do Gmail também ganharão os recursos exclusivos do Hangout, como a possibilidade de colaborar em um documento do Docs, assistir um vídeo do YouTube em grupo ou compartilhar a tela.

Fonte: Olhar Digital

Nokia Lumia 900 e Nokia 808 PureView chegam ao Brasil

A Nokia anunciou, nesta terça-feira (24/07) que os smartphones Nokia Lumia900 e Nokia 808 PureView estarão à venda no Brasil. Com preços sugeridos de R$ 1.799 e R$1.999, ambos os aparelhos já estão disponíveis para pré-venda nas lojas da Nokia.

Um dos grandes diferenciais do 808 PureView são sua câmera de 41 Megapixels e seu sistema PureView, que condensa os pixels com o intuito de criar uma imagem melhor. O smartphone também é capaz de gravar vídeos em FullHD (1080p) e tem a tecnologia Nokia Recording, que promete uma boa captação de áudio.

O aparelho tem o sistema operacional Nokia Belle FP1, a versão atualizada do antigo Symbian. O modelo também conta com um processador de 1.3GHz, tela de 4 polegadas AMOLED com resolução de 640×360 pixels, placa curva de Gorilla Glass e uma resolução de 7728×5354 pixels, com lentes Carl Zeiss.

Já o Lumia 900 vem com o Windows Phone 7.5 e um visor 4,3 polegadas de diagonal em AMOLED. Ele também conta com lentes Carl Zeiss, que proporcionam sua resolução de 800×480 pixels. O smartphone possui uma câmera traseira de 8 megapixels (que permite gravar vídeos em 720p) e uma dianteira de 1.3 megapixels. Um de seus diferenciais fica por conta do sistema SkyDrive, da Microsoft, que dá espaço ilimitado para salvar seus arquivos na nuvem.

Fonte: Olhar Digital

iPhone 5 terá tela maior e mais fina

Segundo o jornal “The Wall Street Journal”, o próximo iPhone da Apple usará uma nova tecnologia com componentes asiáticos que o tornará o smartphone com a tela mais fina do mercado. A informação foi revelada por fontes familiarizadas com o assunto e mostra o esforço da gigante americana de tecnologia para melhorar caratcterísticas tecnológicas frente à concorrência crescente da Samsung Eletronics e de outras rivais.

Entre as empresas asiáticas que estão envolvidas na produção dos componentes do iPhone 5 estão a fabricante Sharp e a Japan Display — uma nova companhia que uniu três fabricantes japonesas em uma — e a sul-coreana LG Display, informaram as fontes.

A tecnologia integra sensores de toque no LCD, tornando desnecessário ter uma camada de tela de toque em separado. A ausência da camada, geralmente com cerca de meio milímetro de espessura, não só torna a tela inteira mais fina, como melhora a qualidade das imagens, disse o analista da DisplaySearch, Hiroshi Hayase.

O iPhone atual 4S tem 9.3 milímetros de espessura, de acordo com o site oficial da Apple. A nova tecnologia também irá simplificar a cadeia de abastecimento e ajudar a cortar custos, pois a empresa não teria mais que comprar painéis de toque e painéis de LCD de fornecedores distintos.

O progresso tecnológico em fabricantes de LCD como Sharp, Japan Display e LG Display é crucial para a Apple, ao passo que a Samsung vem aperfeiçoando seus displays com características únicas que só são encontradas nos aparelhos Galaxy. O mais novo smartphone da Samsung, o Galaxy S III, vem com 4,8 polegadas em tela OLED e é mais fino que o iPhone atual.

As telas OLED, que não requerem iluminação de fundo, tendem a ser mais finas do que os painéis LCD convencionais e a maior parte delas são fornecidas pela Samsung.

A tela mais fina no próximo iPhone pode ainda dar espaço extra para a inserção de outros componentes, como baterias.

Em maio, fontes disseram que o novo iPhone, provavelmente, chegará com uma tela maior do que o display de 3,5 polegadas, o que aumentaria o peso do aparelho, mas a tela mais fina compensaria essa diferença.

Fonte: Oglobo.globo.com

Novo iPad chega ao Brasil nesta sexta

Terceira versão do tablet da empresa ainda não tem preços confirmados para o Brasil.

O novo iPad estará disponível para compra no Brasil a partir desta sexta-feira, 11 de maio, informa a Apple em seu site. Terceira versão do tablet da empresa, o aparelho se destaca pela tela Retina (a mesma usada no iPhone 4 e no iPhone 4S) de resolução 2048 x 1536 pixels, pelo processador duas vezes mais rápido que o antecessor e pelo suporte à conexão 4G.

Nos Estados Unidos, o preço do novo iPad é US$ 499 e o do iPad 2, US$ 399, para as versões mais básicas. No Brasil, a versão mais simples do iPad 2 custa R$ 1.399 . Não há informações no site sobre os valores do novo aparelho nem das regiões em que ele será vendido neste fim de semana.

O último tablet da Apple recebeu o nome apenas de iPad, contrariando a expectativa do público, que o aguardava como iPad 3. Uma das principais diferenças em relação a seu antecessor é a melhor experiência gráfica proporcionada pela tela. Assitir a filmes, ver imagens e ler textos no novo aparelho tornou-se mais agradável graças à maior nitidez.

Fonte: Estadao.com.br

Novo iPad chega ao Brasil em 11 de maio

TIM anunciou chegada do tablet ao país nesta quarta-feira (2).
Aparelho tem como destaques tela de maior resolução e conexão 4G.

O novo iPad, terceira geração do tablet da Apple, será lançado no Brasil no dia 11 de maio, segundo informações da TIM, primeira operadora a anunciar a chegada do produto ao país.

A companhia ainda não divulgou preços ou quais modelos estarão disponíveis aos brasileiros. O G1 a Apple, que ainda não confirmou a data de lançamento.

A Vivo afirmou que ainda não tem informações relacionadas ao aparelho e a Claro disse que “já está em negociação para comercializar o novo iPad”.

O novo iPad conta com tela de alta definição, conexão à rede 4G (quarta geração) e câmera de 5 megapixels. A aparência não mudou em relação à versão anterior, mas ele tem espessura maior (9,4 mm) do que o iPad 2 (8,8 mm) e ficou mais pesado. O produto foi anunciado no início de março e começou a ser vendido nos Estados Unidos e em outros nove países já no dia 16 do mesmo mês.

Nos Estados Unidos, os preços do novo iPad são US$ 500 pela versão de 16 GB; a 32 GB sai por US$ 600 e 64 GB, por US$ 700. Com 4G, os valores sobem para US$ 630, US$ 730 e US$ 830, respectivamente.

Em resultados financeiros divulgados no final de abril, a Apple informou que vendeu 11,8 milhões de iPads apenas no primeiro trimestre de 2012.

O primeiro iPad foi lançado em 27 de janeiro de 2010 por Steve Jobs e ajudou na escalada para a Apple se tornar a maior empresa de tecnologia do mundo. Na época, foi chamado de prancheta digital. Jobs qualificou o aparelho, que unia computador, videogame, tocador de música e vídeo e leitor de livro digital, de “mágico” e “revolucionário”.

No Brasil, o aparelho começou a ser vendido em dezembro de 2010. A segunda versão foi anunciada pela Apple em março de 2011, quando Jobs, então em uma licença médica, surpreendeu a todos ao subir ao palco para apresentar o aparelho.

Problemas
Logo após a chegada do novo iPad ao mercado, a Apple enfrentou problemas com uma série de boatos que diziam que o tablet teria problemas de superaquecimento. A organização norte-americana de defesa do consumidor Consumer Reports afirma que o aparelho pode chegar a temperatura de até 46,6 ºC enquanto roda games com gráficos mais exigentes.

Houve também uma polêmica em relação à nova bateria do aparelho, que teve que ser modificada para dar suporte à nova tela de maior resolução e à conexão 4G. Um estudo feito por Raymond Soneira, da Displaymate Technologies, detectou que a bateria do aparelho continua fazendo recarga, mesmo após exibir o aviso de 100% de carga.

Além disso, os testes mostraram que a nova bateria do iPad leva quase o dobro do tempo para ser recarregada, em comparação com modelos anteriores do tablet da Apple.

Fonte: G1.globo.com

Google traduz 1 milhão de livros por dia

O serviço de tradução online do Google maneja a cada dia um volume de texto equivalente a 1 milhão de livros, informou a companhia, que celebra o sexto aniversário do serviço que traduz em um único dia o que todos os tradutores profissionais humanos fariam em um ano.

O tradutor da companhia americana opera em 64 idiomas diferentes e conta com mais de 200 milhões de usuários ativos por mês, 92% deles procedentes de fora dos Estados Unidos.

Segundo a companhia, a tarefa de “erradicar as barreiras da linguagem” na internet só tende a crescer, já que o tráfego em dispositivos móveis multiplica sua procura e a cada ano aumenta o número de traduções registradas diariamente.

Fonte: Estadao.com.br

Guerra de patentes entre Facebook e Yahoo! acirra disputa judicial

San Francisco – A guerra judicial entre os grupos de internet Yahoo! e Facebook sobre suas respectivas patentes acentuou-se nesta sexta-feira (27/4) depois que o primeiro acusou seu rival de comprar propriedade intelectual somente para poder atacá-lo.

O Yahoo! incluiu esta acusação em uma resposta de 37 páginas a uma ação iniciada pelo Facebook no início do mês, na qual a gigante das redes sociais buscou se defender de um julgamento por usurpação de patentes.

“Em represália contra as alegações de boa fé do Yahoo! por violação de patente, o Facebook dá conta da usurpação de 10 patentes”, lembra o advogado do Yahoo!, Kevin Smith, nesse documento.

Mas, segundo ele, o “Facebook carece de justificação de boa fé na maioria – ou em todas – suas reclamações, particularmente no caso de patentes compradas de outros”.

Essa resposta é divulgada poucos dias depois do anúncio de que o Facebook pagará 550 milhões de dólares para comprar patentes adquiridas em primeira instância pela AOL, e depois compradas e revendidas pela Microsoft.

“Estamos perplexos diante das iniciativas erráticas do Yahoo!”, disse um porta-voz do Facebook em e-mail enviado à AFP.

Fonte: Correiobraziliense.com.br

Google Drive vai oferecer 5 GB gratuitos e será lançado na próxima semana, diz site

O Dropbox está prestes a ganhar um competidor de alto nível segundo informações do site The Next Web. A Google deve lançar na próxima semana o seu serviço de nuvem Google Drive, ou GDrive, como vem sendo chamado. A gigante de internet vai oferecer 5 GB de armazenamento gratuito para usuários de quatro plataformas: Mac e iOS; da Apple, Windows; da Microsoft e Android, sistema móvel da própria Google.

kDe acordo com o site, o serviço será lançado na próxima terça-feira, no endereço (drive.google.com). O Drive Google terá um atalho para as suas pastas no desktop de computadores Mac e Windows. As informações foram obtidas com uma fonte não identificada próxima ao desenvolvimento.

Em 2011, banda larga móvel quase dobrou no Brasil, diz estudo

O serviço de banda larga móvel no Brasil quase dobrou entre 2010 e 2011, passando de 20,6 milhões de acessos para 41,1 milhões, segundo o Balanço Huawei da Banda Larga 2011, divulgado nesta terça-feira (20). A pesquisa foi feita pela fabricante Huawei em parceria com a consultoria Teleco.

Ainda segundo os dados divulgados, o serviço de banda larga móvel já estava disponível para 84% da população brasileira em 2011 –um aumento de 15,7% em relação a 2010. Quanto à cobertura, a pesquisa aponta que, no ano passado, 48,6% dos municípios brasileiros eram atendidos pelo serviço, em comparação a 23,4% no ano anterior.

Esse crescimento da banda larga móvel deve continuar pelos próximos anos, segundo projeções da Teleco. O estudo mostra que os acessos podem chegar a 73 milhões em 2012, e 124 milhões em 2014.

Estimativas mundiais da União Internacional de Telecomunicações (UIT) mostraram que a banda larga móvel também cresceu no resto do mundo durante em 2011. Houve um aumento de 26,2%, na média mundial, afirma a Huawei.

A banda larga fixa brasileira cresceu 19,6% em 2011, com 16,5 milhões de acessos, contra 13,8 milhões registrados no ano anterior, apontaram os dados divulgados. Projeções da pesquisa mostram que o país chegará a 30 milhões de acessos até a Copa do Mundo.