Secretário do PMDB pede para sair da Prefeitura e Kassab dá cargo ao PSB

Chefe da pasta de Participação e Parceria sofreu pressão interna do partido para deixar o cargo.

Por sofrer pressão interna do PMDB para sair do cargo, o secretário municipal de Participação e Parceria pediu, a contragosto, nesta segunda-feira, dia 14, para deixar o primeiro escalão da gestão Gilberto Kassab (PSD) na Prefeitura de São Paulo. Uebe Rezeck estava em viagem de férias quando recebeu, no início do mês, carta oficial do partido exigindo sua saída do governo até amanhã – em prol da pré-candidatura do deputado federal Gabriel Chalita (PMDB) à sucessão paulistana. Para o posto de Rezeck, Kassab nomeou a pedagoga Vera Lúcia de Lucena Bussinger (PSB).

Gilberto Kassab

“Como o PMDB está aí intransigente e achando que tenho que deixar (o cargo) eu não tenho outra saída, né? Ou tenho de romper com o meu partido, ou tenho de deixar”, disse Rezeck ao Estadão. “É uma coisa que foge um pouquinho do que é normal.”

Rezeck cumpre assim uma indicação do partido. O presidente do PMDB paulista, deputado estadual Baleia Rossi, disse que não havia intenção de perseguir ninguém quando enviou a carta pedindo a saída a Rezeck e ao também secretário peemedebista Bebetto Haddad (Esportes, Lazer e Recreação). Bebetto, no entanto, rejeita abandonar Kassab.

Segundo Baleia Rossi, o diretório estadual seguiu orientação da direção nacional para dar ‘liberdade’ a Chalita, por causa do apoio de Kassab ao pré-candidato José Serra (PSDB). Ele ainda afirmou que o PMDB adotaria a mesma conduta – pedir a saída de seus indicados – nas eleições estaduais de 2014, quando Paulo Skaf deve enfrentar o governador Geraldo Alckmin (PSDB). O partido tem cargos no governo do Estado.

Rezeck se disse agradecido a Kassab por ter lhe dado a oportunidade de comandar a pasta. Ex-prefeito de Barretos, Rezeck tem condenação por improbidade administrativa na Justiça, mas recebeu a secretaria do prefeito. A nomeação dele, em maio de 2011, teve apoio do vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB).

Kassab havia feito uma aliança com o PMDB quando se reelegeu em 2008. O partido também ocupou a vice-prefeitura e a pasta de Assistência e Desenvolvimento Social, até a titular, Alda Marco Antonio, sair da sigla por desavença com Chalita e se filiar ao PSD.

Socialista. Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura, a próxima secretária, Vera Lúcia, é formanda em pedagogia e filosofia, tendo trabalhado nas redes municipal e estadual de educação – além de ter experiência como consultora em segmentos logística, transporte e meio ambiente.

Fonte: Estadao.com.br

 

Deixe seu Comentário