Reunião para ‘afinar’ discurso dos primeiros cem dias de gestão Arthur

Os cem dias de governo de Arthur Neto (PSDB) só serão comemorados na próxima semana, mas neste sábado(6) o prefeito de Manaus se reunirá com os vereadores da base aliada e o secretário municipal de Governo, Humberto Michiles, para afinar o discurso político entre os parlamentares.

A reunião foi uma ideia do vereador Wilker Barreto (PHS), líder do prefeito da Câmara Municipal de Manaus (CMM), e será realizada às 20h deste sábado na residência do vereador Hiran Nicolau (PSD), localizada num condomínio na avenida Constantino Nery, Chapada, Zona Centro-Sul.

Prefeito Arthur Neto e vereadores aliados se reúnem amanhã à noite, sob o signo da ‘confraternização’ entre eles – foto: divulgação
Prefeito Arthur Neto e vereadores aliados se reúnem amanhã à noite, sob o signo da ‘confraternização’ entre eles – foto: divulgação

O presidente da CMM, Bosco Saraiva (PSDB), disse ao EM TEMPO que todos os vereadores da base aliada – em torno de 30 parlamentares – confirmaram presença e afirmou que, “sem dúvida” irão discutir assuntos políticos. “Evidentemente, a reunião acontecerá em torno dos cem dias. Iremos fazer uma avaliação de tudo que já foi feito e como proceder daqui para frente. Quando políticos se reúnem com certeza discutem política, não discutem sobre jogos de futebol”, disse.

Wilker endossou as declarações de Bosco e disse que, como são um grupo político, eles têm que estar “entrosados para o melhor desempenho dos trabalhos”. “Não é uma comemoração como algumas pessoas têm falado. Somos um grupo político e é importante estarmos com o mesmo discurso, colocar nossas idéias para que a coisa funcione melhor. Essa atitude não é algo novo, o governador faz reuniões assim, outras lideranças também. Um governo que se inicia agora precisa se fortalecer dentro do parlamento”, enfatizou.

O anfitrião, Hiran Nicolau, por sua vez, discordou que o encontro terá um cunho político. “É apenas uma confraternização entre o prefeito e os vereadores. Todos os 41 vereadores foram chamados, mas nem todos comparecerão. Não há cunho político. É um momento para renovar as amizades”, declarou.

O mesmo discurso foi adotado por Marcelo Serafim (PSB). Ele disse que será apenas um jantar de confraternização. “Não há nenhuma formalidade nesse jantar, é mais uma ocasião para confraternizar, embora debater assuntos políticos seja importante para o nosso alinhamento”, disse.

Deixe seu Comentário