Professores de Parintins vão receber 13º do ano passado

A Prefeitura de Parintins vai remunerar o 13º salário do ano de 2012 dos professores municipais, não pago pela administração do ex-prefeito Bi Garcia. Os educadores foram pegos de surpresa no final do ano passado quando se dirigiram aos caixas eletrônicos e se depararam com o calote. O prefeito Alexandre da Carbrás determinou que a Controladoria Geral entrasse em negociação com o Sindicato dos Professores Municipais de Parintins.

Um total de aproximadamente R$ 650 mil será pago aos servidores da educação com recursos próprios da Prefeitura. Dependendo do salário do professor, o valor será dividido de 03 a 06 vezes, sendo que a primeira parcela será paga no mês de agosto.

Dra-Eliane-MeloA controladora geral da Prefeitura de Parintins, Eliane Melo disse que a administração municipal e o sindicato chegaram a um entendimento, e, em uma assembleia realizada no sábado, 20, os educadores aceitaram a proposta. “Esse é um compromisso que o prefeito Alexandre da Carbrás tem com a classe dos professores. Eles entenderam que essa forma de pagamento leva em consideração as condições atuais do município. É uma categoria séria e merece o respeito do poder público”, disse Eliane Melo.

Responsabilidade – A controladora geral Eliane Melo disse que a falta do pagamento do 13º salário dos professores é algo grave, por ser um recurso federal do Fundo da Educação Básica (Fundeb) e que deverá ter sérias implicações contra o ex-prefeito de Parintins. “Nós vamos cumprir o acordo com recursos próprios, mas a partir de agora junto com a Procuradoria Geral do Município vamos entrar com uma ação de ressarcimento contra com o ex-gestor para que ele retorne aos cofres públicos esse valor que deveria ser usado na quitação do salário dos educadores”, afirmou a controladora.

A advogada disse ainda que Bi Garcia tem responsabilidade diante da questão, pois, segundo ela, o Fundeb foi usado na sua totalidade. “Esse valor deve voltar aos cofres públicos. Não sabemos quanto será, nem quando. O que eu espero é que esse dano não fique para o erário mais uma vez, para que a justiça se cumpra e que ele tenha a responsabilidade de devolver esse dinheiro aos cofres públicos”, enfatizou.

A presidente do Sindicato dos Professores e Trabalhadores de Parintins, Joelma Carvalho não soube informar quantos serão beneficiados. Disse que todos os funcionários e ex-funcionários da educação receberão o 13º salário. Joelma lembra que o sindicato entrou em contato com o então prefeito Bi Garcia um dia antes do final do seu governo e o mesmo garantiu que pagaria os educadores. “Todos os professores se sentiram prejudicados, pois, fizemos um plano com esse recurso e isso tudo foi quebrado. Pra nossa tristeza e decepção aconteceu tudo isso”, testemunhou.

Deixe seu Comentário