Papa faz discurso emocionado na despedida do Brasil, em aeroporto do Rio

Cercado por autoridades, papa Francisco disse já sentir saudades do país

A despedida do papa Francisco na base aérea do Galeão, no Pavilhão de Honra Marechal Trompowski de Almeida, emocionou a todos os presentes na noite deste domingo (28/7). Cercado por autoridades, ele fez um discurso de despedida e disse já sentir saudades do Brasil. “O papa vai embora e vos diz até breve. Um até breve com saudades. Este papa precisa da oração de todos vocês. Um abraço para tordos e que deus os abençoe”.

Antes do pontífice se despedir, o vice-presidente, Michel Temer, fez pronunciamento. Ele agradeceu a visita  e pediu que “suas palavras permaneçam na alma dos brasileiros”.

Despedida do Papa
Despedida do Papa
O papa confirmou que pretende voltar ao país em 2017, quando serão celebrados os 300 anos da Padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida. A imagem da Santa foi encontrada por pescadores em 1717, no Rio Paraíba do Sul.
Em vários trechos de sua fala, Francisco disse que deixava o país com saudades de tudo o que viveu durante sete dias, desde sua chegada para a JMJ . “Dentro de alguns instantes, deixarei sua Pátria para regressar a Roma. Parto com a alma cheia de recordações felizes, essas – estou certo – tornar-se-ão oração. Neste momento, já começo a sentir saudades. Saudades do Brasil, deste povo tão grande e de grande coração, deste povo tão amoroso. Saudades do sorriso aberto e sincero que vi em tantas pessoas, saudades do entusiasmo dos voluntários. Saudades da esperança no olhar dos jovens no Hospital São Francisco. Saudades da fé e da alegria em meio à adversidade dos moradores de Varginha.”O papa destacou a importância dos jovens e pediu que partam pelo mundo como missionários do amor.“Neste clima de gratidão e saudades, penso nos jovens, protagonistas desse grande encontro: Deus lhes abençoe por tão belo testemunho de participação viva, profunda e alegre nestes dias. Muitos de vocês vieram como discípulos nesta peregrinação, não tenho dúvida de que todos agora partem como missionários. A partir do testemunho de alegria e de serviço de vocês, façam florescer a civilização do amor. Mostrem com a vida que vale a pena gastar-se por grandes ideais, valorizar a dignidade de cada ser humano e apostar em Cristo e no seu Evangelho. Foi ele que viemos buscar nestes dias, porque ele nos buscou primeiro, ele nos faz arder o coração para anunciar a Boa Nova nas grandes metrópoles e nos pequenos povoados, no campo e em todos os locais deste nosso vasto mundo. Continuarei a nutrir uma esperança imensa nos jovens do Brasil e do mundo inteiro.”Francisco terminou sua fala homenageando Nossa Senhora Aparecida, lembrando sua passagem no santuário da padroeira nacional.“O meu pensamento final, minha última expressão das saudades, dirige-se a Nossa Senhora Aparecida. Naquele amado santuário, ajoelhei-me em prece pela humanidade inteira e, de modo especial, por todos os brasileiros. Pedi a Maria que robusteça em vocês a fé cristã, que é parte da nobre alma do Brasil, como também de muitos outros países, tesouro de sua cultura, alento e força para construírem uma nova humanidade na concórdia e na solidariedade. O Papa vai embora e lhes diz até breve, um até breve com saudades, e lhes pede, por favor, que não se esqueçam de rezar por ele. Este Papa precisa da oração de todos vocês. Um abraço para todos. Que Deus lhes abençoe”.Riocentro

Mais cedo, no encontro com os voluntários da JMJ, no Riocentro, o papa Francisco falou por pouco mais de 10 minutos e agradeceu o trabalho de todos. Em sua mensagem, pediu que os voluntários sejam revolucionários.

“Peço que vocês sejam revolucionários, peço para vocês irem contra a corrente, peço que se rebelem contra essa cultura do provisório. Tenho confiança em vocês em irem contra a corrente. Também tenham a coragem de ser felizes”, disse Francisco.

No início da cerimônia, um jovem brasileiro e uma polonesa agradeceram a presença do papa e a escolha de seus países para sediar a jornada. A Polônia irá sediar o próximo evento em 2016.

“Não podia regressar a Roma sem antes agradecer de modo pessoal e afetuoso cada um de vocês pelo trabalho com que ajudaram os milhares de peregrinos e os detalhes que ajudaram a fazer dessa Jornada Mundial da Juventude um espetáculo belíssimo”, disse. O papa chegou de helicóptero e entrou no pavilhão de papamóvel, sendo aplaudido pelos voluntários.

“Vocês provaram que a maior alegria é dar do que receber”, acrescentou. E lembrou que os jovens devem seguir seu caminho, de ter uma família ou o sacerdócio. “Cada um tem seu caminho. Alguns são chamados a ter família, com o sacramento do matrimônio. Há quem diga que hoje o casamento está fora de moda. Está fora de moda?”, perguntou o papa. E o público respondeu: não.

Ao final da cerimônia, o pontífice disse que todos podem contar com as orações dele, “pois sei que posso sempre contar com as orações de vocês”. Ele orou e abençoou os voluntários.

Fonte: Blog do Daniel com informações Agencia Brasil

Deixe seu Comentário