O melhor para a gordinha baixinha – Por Karen Leão

Hello fashions! Ser gordinha pode ser uma opção, mas baixinha não, porque quem nasceu assim o máximo que pode conseguir são alguns poucos centímetros com uns saltinhos, mas no geral não dá pra fazer muita coisa. Mas, a verdade é que conseguimos sim evidenciar algo que temos de melhor e “esconder”o que temos que não é tão bom assim.

Muitas vezes a pessoa opta por roupas que evidenciam os defeitos que têm, tipo gente que acha que uma calça com dois números a menos (bem apertada) vai esconder a gordura, contrário gente vai parecer que você está mais gordinha ainda!

Milagres… eu acredito que eles existam, mas não é esse o caso. Se você não pretende emagrecer e está satisfeita com o seu corpo, ou seja, não reclama nunca que está gorda, não se importa com o que as pessoas falam e come sem culpa vou dar dicas para evidenciar o que você tem de melhor e dar uma camuflada nos quilinhos extras que você tem, ok?

Entao vamos as dicas!
O look monocromático é muito legal pra quem é baixinha e gordinha, porque alonga e se for escuro então dá aparência de menos volume. Dica: cores claras aumentam e cores escuras diminuem!

Karen Leão – Personal Stylist

Listras verticais – elas alongam, dão a ilusão de que você é mais alta e mais magra! Dica: jamais as listras horizontais, se for na parte de cima vai parecer mais gordinha e se for na parte de baixo suas pernas vão parecer menores ainda!

Calças no meio da perna – os modelos de calça corsário, pescador etc… que ficam depois do joelho, no meio da batata da perna tem o poder de diminuí-la, por isso evite! Ou calça comprida ou bermuda no máximo até um dedo acima do joelho. Dica: evite também as barras das calças dobradas ou bainhas modelo italiano. Prefira as calças compridas e a bainha deve ficar no meio do salto, passando um pouco do calcanhar, você parecerá mais alta (alonga).

Essas são as dicas de hoje! Fiquem sempre ligadas no blog porque todos os dias temos novidadessss! Beijos e boa terça-feira!

 

Faça parte do Blog da Karen Leão
Fonte: Blog da Karen Leão

Deixe seu Comentário