Ministério Público denuncia ex-reitor da Federal de Rondônia

O ex-reitor da Unir (Universidade Federal de Rondônia) José Januário de Oliveira Amaral e outras seis pessoas foram denunciadas pelo Ministério Público sob acusação de desvios de verbas do governo estadual.

Amaral renunciou em novembro após denúncias de irregularidades em sua administração, que motivaram greves de professores e alunos.

José Januário de Oliveira Amaral

Segundo a Promotoria, R$ 299 mil dos R$ 300 mil pagos à Fundação Riomar (ligada à Unir) para a reforma de um colégio agrícola foram repassados à empresa Tecsol, que pertencia a sobrinhos do ex-reitor e a Daniel Delani, com quem ele teria uma união estável. Os serviços não foram realizados.

Para o Ministério Público, a Riomar vivia dificuldades financeiras por causa da ação de uma organização criminosa, que fazia contratações fraudulentas de empresas. Os produtos ou serviços contratados não eram entregues integralmente ou eram superfaturados.

Amaral é acusado de peculato, falsidade ideológica e formação de quadrilha.

A reportagem não conseguiu localizá-lo. Em novembro, ele afirmou à Folha que é inocente em relação às denúncias de supostos desvios e que é alvo de perseguição política e por ser homossexual.

Fonte: Folha.com

Deixe seu Comentário