Microsoft negocia com investidores para a aquisição da fabricante Dell

Notícias indicam uma aproximação dos negócios das duas gigantes do mundo da tecnologia.

A Microsoft negocia com investidores de private equity a possibilidade de compra da gigante dos computadores Dell, segundo o The Wall Street Journal e a rede de televisão a cabo CNBC.

As matérias, citando fontes próximas às negociações, disseram que a Microsoft estava considerando investir de dois a três bilhões de dólares.

DellA Dell não comentou as informações que circulam desde a semana passada, dizendo que a popular fabricante de computadores, que deixou de ser a número um do setor e enfrenta uma migração para os aparelhos móveis, estava se preparando para voltar a ser uma empresa privada.

A ação, que tiraria a empresa dos mercados de ações, poderia aliviar a pressão sobre a Dell, que tem visto seus lucros caírem.

A Microsoft não respondeu ao pedido da AFP para comentar as matérias, que também informam que a Microsoft negocia com a empresa de equity Silver Lake Partners.

O analista da Sterne Agee, Shaw Wu, disse que um acordo por esse preço seria possível e que um “preço substancialmente mais alto é pouco provável”.

Wu disse em nota aos clientes que o “atrativo retorno pode se tornar difícil” para a Dell e que, baseado em aquisições anteriores, “os compradores subestimam as pressões seculares que uma empresa em declínio enfrentam”.

“Se por um lado se tornar privada faz sentido, para tirar a empresa dos holofotes e do escrutínio público, não estamos certos de que isso melhora a posição fundamental da empresa”, disse Wu.

Ele explicou que, apesar dos esforços da Dell para se diversificar, “cerca de 70% de seus negócios estão ligados a PCs”.

“A realidade é que a concorrência cada vez maior da Lenovo, Asustek, Apple, Google, Acer, IBM, Hewlett-Packard, Samsung e Cisco não acaba ao se tornar privada”, acrescentou.

Deixe seu Comentário