Marcelo Serafim fala sobre reunião feita com os parlamentares da base aliada

Em entrevista aos jornalistas na Câmara Municipal de Manaus (CMM), nesta segunda-feira (08), o vereador Marcelo Serafim (PSB) informou que o próximo encontro dos parlamentares da base aliada ao prefeito Artur Neto (PSDB) será, em sua residência. No último sábado (07) a reunião foi na casa do vereador Hiran Nicolau (PSD). “Hoje na base aliada temos 31 vereadores. A ideia destes encontros que devem ser mensais é deixar a base justamente unida, ou seja, afinada em relação aos temas do cotidiano do parlamento municipal” esclareceu o parlamentar. Participaram da reunião 29 vereadores, sendo que dois justificaram ausência. Ao ser questionado sobre o papel da oposição na CMM, Marcelo Serafim reconheceu a importância dos oposicionistas. De acordo com o vereador o papel da oposição é justamente alertar para os problemas que são observados na sociedade e isso permite uma reflexão por parte de todos os vereadores do que deve ser corrigido em prol do bem da nossa estimada população.

CMMAinda na Câmara, a mídia foi outro assunto em destaque. Os vereadores apresentaram também moção de parabenizarão aoSindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas (SJPAM) pela passagem do dia da imprensa que foi comemorado no dia 07 deste mês. O vereador Marcelo Serafim também apresentou o documento parabenizando os jornalistas. “A missão do profissional da imprensa é fundamental para uma sociedade democrática de direito. Meus parabéns a todos os jornalistas de Manaus pelo trabalho de informar ao público sobre os temas relevantes do dia de forma coerente, ética e de qualidade” destacou Marcelo Serafim.

Crime no trânsito

No pequeno expediente na Câmara Municipal de Manaus, o vereador Álvaro Campelo (PP) parabenizou a juíza da 1ª Vara do Tribunal do Júri, Mirza Telma e a Justiça do nosso Estado. Na última sexta (05) a juíza proferiu a sentença que condenou a 31 anos de prisão, por crime doloso (quando há intensão de matar) o homem que tirou a vida do pequeno Mateus, em junho de 2010. Mateus era sobrinho o vereador Marcelo Serafim (PSB). “Ele (Cristian Souza) vai responder em liberdade, mas é a primeira vez que esse julgamento é considerado crime doloso, isso mostra que álcool e direção não combinam e podem fazer vítimas fatais no trânsito” finalizou Campelo da tribuna da Casa.

Deixe seu Comentário