Marcelo Serafim diz que TJA fará julgamento inédito no AM por homicídio doloso no trânsito

A morte no trânsito foi abordada pelo vereador Marcelo Serafim (PSB), na tribuna da Câmara Municipal de Manaus (CMM). O parlamentar informou que, nesta sexta-feira (05), as 8h30 da manhã, no Fórum Henoch Reis, acontecerá o julgamento mais esperado do ano, de Cristian Silva Souza. Em 2010, durante uma procissão ele atropelou e matou Mateus Alves Gomes de quatro anos, sobrinho de Marcelo Serafim. “O fato comoveu a opinião pública, repercutiu no país e agora em decisão inédita, a Justiça do Amazonas vai levar a júri popular o Cristian por homicídio doloso, quando há intensão de matar” disse o parlamentar. Marcelo Serafim enfatizou que no país os acidentes no trânsito fazem, em média, mais de 40 mil vítimas fatais por ano e cerca de 160 mortes por dia. A maioria tratadas como homicídios culposos (sem intensão de matar) e apenas uma minoria é entendida como homicídio doloso. “Nesta sexta, o Amazonas viverá um momento histórico, Mateus nos deixou, mas ficou na minha família o sentimento de que a justiça será feita” disse emocionado.

O pronunciamento de Marcelo Serafim deixou os colegas do Parlamento Municipal sensibilizados. O vereador Elias Emanuel (PSB) lembrou quando acompanhou de perto o drama vivido pelos pais da criança na época do atropelamento e morte do filho. O vereador Álvaro Campelo (PP) criticou “é um assassino que está livre pelas ruas de Manaus, espero que oindicativo apresentado por mim, no mês de março, ao executivo municipal solicitando que a próxima creche a ser construída pela rede municipal receba o nome de Matheus Alves Gomes, venha a ser aprovado”. Professor Samuel (PPS) se identificou com o acidente trágico, lembrando da morte por crime de trânsito dos dois filhos, de uma professora que é amiga dele “A Denise perdeu os filhos, por causa de um motorista que falhou em algum aspecto matando os filhos dela e até hoje ficou a dor e a cicatriz desta morte violenta na família” disse. Os vereadores Roberto Sabino (PRTB) e Rosivaldo Cordovil (PTN) também manifestaram solidariedade à família de Marcelo Serafim. O Parlamentar também parabenizou o ex-vereador Leonel Feitoza, novo diretor-presidente do Departamento Estadual de Trânsito pelo rigor na aplicação da Lei Seca e fiscalização nas ruas e avenidas de Manaus, desde que assumiu a direção do Detran-AM, este ano.

Criança morta em procissão

Da tribuna o vereador Marcelo Serafim lembrou do crime de trânsito. “O acidente foi em 2010, quando o Mateus, assistia feliz a procissão em homenagem a Santo Antônio, na zona Oeste de Manaus. Ele estava na calçada da casa de sua avó e foi surpreendido por um motorista irresponsável que em alta velocidade que dirigia carro dele em marcha ré. Embriagado, Cristian tentou dar um “cavalo de pau”, perdeu o controle do veículo matando meu amado sobrinho” disse. Para o parlamentar quem dirigiu embriagado, em alta velocidade, deu marcha ré e um “cavalo de pau” em um evento religioso com várias pessoas no local, de fato assumiu o risco de matar e deve ir para a prisão. “Peço a Deus que nos dê paz de espírito para continuarmos em nossa luta. Ela certamente resultará em avanços com objetivo de evitar com que outras famílias sofram o que nós sofremos” finalizou.  Nas redes sociais familiares e amigos de Mateus têm divulgado a foto da criança e a data deste julgamento inédito, em Manaus, com a frase “05 de abril, neste dia será feita a justiça dos homens”.

Deixe seu Comentário