Manifestantes fazem nova vigília pela renúncia de Marco Feliciano

Com velas e cartazes, opositores pediram para deputado sair de comissão.
Em culto, deputado disse que antes comissão era dominada por ‘Satanás’.

Cerca de 50 pessoas se reuniram em frente ao Congresso Nacional na noite desta segunda-feira (1º) para fazer uma nova vigília pra pedir a renúncia do deputado Marco Feliciano (PSC-SP). Com velas e cartazes, eles pediram que o parlamentar deixe o comando da Comissão de Direitos Humanos da Câmara.

Manifestantes fazem vigília pela saída de Marco Feliciano, que levantou nova polêmica ao dizer que comissão era dominada por "Satanás" (Foto: Nathalia Passarinho/G1)
Manifestantes fazem vigília pela saída de Marco Feliciano, que levantou nova polêmica ao dizer que comissão era dominada por “Satanás” (Foto: Nathalia Passarinho/G1)

Desde sua indicação para comandar o colegiado, Feliciano é alvo de protestos que o acusam de  homofobia e racismo. A nova polêmica veio à tona nesta segunda, com a declaração, num culto no fim de semana, em que o deputado, também pastor, afirmar que a presidência da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, “até ontem era dominado por Satanás”. A  pressão já havia crescido após o deputado ter divulgado vídeo que equipara as manifestações a “rituais macabros”.

Durante o ato na Câmara, vários manifestantes criticaram a decisão de Feliciano em permanecer na comissão. “A ideia é continuar na oposição ao Feliciano. É mais um ato pacífico contra a religião no Estado. Vamos continuar até que ele saia”, disse a estudante Letícia Figalho.

Manifestantes acenderam velas e levaram cartazes para pedir saída de Marco Feliciano (Foto: Fabiano Costa/G1)
Manifestantes acenderam velas e levaram cartazes para pedir saída de Marco Feliciano (Foto: Fabiano Costa/G1)

Deixe seu Comentário