Justiça Social – Por Rachel Sheherazade

AGORA que a Imprensa divulgou o óbvio, ou seja, que milhões de crianças vivem como ratos nos lixões e periferias…

AGORA que a triste história dos meninos do Recife virou comoção nacional…

AGORA, finalmente, a Curadoria da Infância e o Conselho Tutelar despertaram, e vieram, todos, estender as mãos!

Governos federal, estadual e municipal AGORA oferecem suas “esmolas sociais”, mais preocupados com os dividendos eleitorais do que com o futuro dessas pobres almas.

O Brasil tem mais de 11 milhões de favelados, iguais aos do Canal do Arruda. E, por incrível que pareça, a maioria deles vive no abastado Sudeste!

Prova de que, no Brasil, a riqueza que se produz não serve para acabar com a pobreza que se cultiva.

Nem serão as esmolas a redimir esta nação de desvalidos. Emprego, educação, moradia, dignidade… é disso que eles precisam! É assim que se faz justiça social!

Deixe seu Comentário