Incra discute com Roberto Sobrinho melhorias para os assentamentos de Porto Velho

A elaboração de um diagnóstico das necessidades das famílias moradoras dos 13 assentamentos da reforma agrária de Porto Velho foi decidida em reunião na segunda-feira (23) com o prefeito de Porto Velho, Roberto Sobrinho, o superintendente do Incra, Luis Flavio Carvalho Ribeiro, deputada Epifânia Barbosa, lideranças dos assentamentos, secretários municipais e vereadores, no auditório do Incra em Porto Velho.

A maior dificuldade das famílias assentadas é o acesso às propriedades e escolas rurais devido às condições das estradas no período de chuvas e alagamentos provocados pelas usinas. Mas o superintendente do Incra afirmou que “é fundamental incluir no diagnóstico, além das necessidades de manutenção permanente das estradas, a concessão de crédito para habitação e incremento da produção agrícola, a autorização para planos de manejo, a titulação dos lotes e assistência técnica à agricultura familiar”.

Entre os compromissos assumidos na reunião, Roberto Sobrinho garantiu aos assentados que vai tomar conhecimento da proposta da Santo Antônio Energia para os assentamentos Joana D’Arc I, II e III, que estão sofrendo as conseqüências das obras, e exigir seu cumprimento. Segundo ele a manutenção das estradas deve ser permanente. “Fizemos um convênio com o Incra de R$ 975 mil, mas as chuvas levaram boa parte das obras e os caminhões de madeira estouraram o restante”, ressaltou o prefeito.

Um grupo de trabalho integrado por técnicos do Incra, prefeitura e entidades comunitárias será o responsável pela elaboração do diagnóstico e as autoridades presentes se comprometeram a encaminhá-lo para Brasília, solicitando o apoio da bancada parlamentar de Rondônia e do governador para as soluções propostas.

Fonte: Rondoniagora.com

Deixe seu Comentário