Governo deve anunciar nesta quarta novas medidas para estimular PIB

Planalto pretende adquirir retroescavadeiras, ônibus e carteiras escolares.
Municípios interessados em equipamentos deverão se inscrever em julho.

O governo federal deve anunciar nesta quarta-feira (27), em cerimônia no Palácio do Planalto, um programa de compras governamentais com a finalidade de estimular a economia do país. Entre outros itens, o Planalto pretende adquirir retroescavadeiras, ônibus e carteiras escolares.

A presidente Dilma Rousseff reuniu-se na véspera durante todo o dia com ministros para definir detalhes do que deverá ser anunciado pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega. Na agenda do ministro, o compromisso aparece como “Cerimônia de assinatura dos Termos de Compromisso para construção de quadras esportivas, aquisição de ônibus e carteiras escolares”.

Estiveram com a presidente na terça os ministros Pepe Vargas (Desenvolvimento Agrário), Mendes Ribeiro (Agricultura), Aguinaldo Ribeiro (Cidades), Brizola Neto (Trabalho) e Alexandre Padilha (Saúde). Nesta segunda (25), a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, esteve com a presidente até cerca de 21h.

Também na terça, o ministro do Desenvolvimento, Fernando Pimentel, confirmou, em São Paulo, o lançamento do pacote. Ele disse que as medidas não abrangeriam só a indústria e destacou que o alvo, desta vez, não será o consumo. “Estamos focando muito o investimento. Já fizemos muita coisa para expandir o consumo”, afirmou.

Máquinas
Um dos principais pontos do anúncio desta quarta deverá ser a aquisição de 3.591 máquinas retroescavadeiras e 1.330 motoniveladoras para construção de estradas vicinais, usadas no escoamento da produção agrícola. Poderão receber os equipamentos municípios com até 50 mil habitantes, segundo já havia informado a presidente em maio, durante a 15ª Marcha dos Prefeitos, organizada pela Confederação Nacional dos Municípios.

As inscrições dos municípios interessados em receber os equipamentos deverão ser abertas no próximo mês.

No encontro dos prefeitos, em 15 de maio, Dilma disse em discurso que a aquisição dos equipamentos é “decisiva”. “Nós temos 1.330 municípios que vão ser selecionados para receber motoniveladoras. Nós pretendemos estender esse processo a todos os pequenos municípios, que são aqueles com menos recursos para comprar retroescavadeira e motoniveladora”, declarou.

PIB de 0,2%
A medida de ampliação das compras faz parte do esforço do governo federal em estimular a indústria e dar subsídios para fortalecer o Produto Interno Bruto (PIB) do país. No começo do mês, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) anunciou que a economia brasileira cresceu apenas 0,2% no primeiro trimestre (de janeiro a março) de 2012 em relação os três últimos meses de 2011.

Poucos dias após o anúncio do PIB, a presidente Dilma chegou a afirmar que o Brasil está preparando uma “política procíclica de investimento”.

Fonte: G1.globo.com

Leave a Comment