Google deve trabalhar com margem reduzida no Nexus 7 para ganhar market share

O Google parece estar decidido a ganhar participação no mercado de tablets para poder fazer frente à Apple. Ao que tudo indica, a estratégia da empresa, que ingressou nesse segmento com o lançamento de seu tablet próprio, o Nexus 7, no fim de junho, será trabalhar com uma margem de lucro bastante baixa para obter escala.

Segundo especialistas da consultoria IHS iSupply, ouvidos pelo blog de tecnologia All Things Digital, o Google terá uma margem de lucro muito aperta na venda de seu modelo de 8GB. De acordo com eles, o custo de produção do equipamento é US$ 151,75, enquanto o preço de venda no mercado será de US$ 199. A margem deve subir um pouco, segundo a consultoria, com a venda do modelo de 16GB, cujo custo de fabricação é de US$ 159,25 e o preço de venda, US$ 249.

Ainda de acordo com os especialistas, o Nexus 7 é muito semelhante ao Kindle Fire, da Amazon, em diversos aspectos, apesar de ter algumas características melhores. Por um lado, o tablet do Google conta com processador Tegra 3, da NVidia, com quatro núcleos de processamento principal. Já o Kindle Fire possui processador OMAP 4430 da Texas Instruments de dois núcleos. Outra vantagem do Nexus 7 é a sua resolução de 1.280 x 800 pixels e uma câmera frontal de 1,2 megapixels, contra resolução de 1.024 x 600 pixels do Kindle Fire.

A consultoria também ressalta que, apesar do custo de fabricação do Nexus 7 ser cerca de US$ 18 maior do que o do Kindle Fire, isso pode mudar em breve, já que a Amazon está prestes a lançar uma nova versão de seu tablet, com melhor visualização.

Fonte: Tiinside

Deixe seu Comentário