Ex-ministro da Justiça pede no STF a liberação de Carlos Cachoeira

O ex-ministro da Justiça e advogado do empresário Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, pediu nesta segunda-feira (9/4) que o Superior Tribunal de Justiça (STJ) determine a libertação de seu cliente.

Márcio Thomaz Bastos protocolou um pedido de habeas corpus no STJ, após várias outras tentativas de liberação terem sido rejeitadas. Cachoeira foi preso em fevereiro deste ano, durante a operação Monte Carlo e é mantido no presido federal de segurança máxima de Mossoró, no Rio Grande do Norte.

O empresário é acusado de comandar uma rede de jogos ilegais em vários estados do país. Políticos e funcionários públicos também são investigados por envolvimento com operações ilegais e ligações com Cachoeira.

Deixe seu Comentário