Em novo relatório, Polícia Federal diz que Temer obstruiu a Justiça

Em novo relatório, Polícia Federal diz que Temer obstruiu a Justiça

Informações constam de novo relatório enviado pela PF ao STF nesta segunda-feira.

A Polícia Federal concluiu nesta segunda-feira que o presidente Michel Temer praticou o crime de obstrução de Justiça ao “incentivar” a manutenção de “pagamentos ilegítimos” pela JBS ao ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB) e por não ter acionado as autoridades competentes ao ouvir o empresário Joesley Batista dizer que estava “comprando” procuradores e juízes para obter benefícios em investigações das quais era alvo. As constatações se baseiam na conversa travada entre Joesley e Temer num encontro não oficial ocorrido na noite do dia 7 de março, no Palácio do Jaburu. O executivo gravou secretamente o diálogo e entregou o áudio à Procuradoria-Geral da República para conseguir fechar o acordo de delação premiada que, no fim, lhe concedeu perdão para todos os delitos confessados até aquele momento.

 

Com Informações do Portal Veja

Deixe seu Comentário