Diante de Lula, Marta promete apoiar Haddad em campanha

Depois de lembrar a história do primeiro CEU em São Paulo, a ex-prefeita e senadora Marta Suplicy prometeu, pela primeira vez em público, seu apoio à campanha do pré-candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, neste sábado, 14, em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista. O encontro ocorreu durante evento do PT na cidade, que contou com a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Em tom inflamado, Marta disse que o programa petista tem de voltar a São Paulo. E que não se pode mais aceitar a mediocridade, em referência à gestão do ex-governador José Serra (PSDB) e do atual prefeito Gilberto Kassab (PSD). ”Você agora tem uma grande responsabilidade. E eu e Lula vamos estar com você, porque o programa petista precisava voltar. Não vamos mais aceitar a mediocridade.” disse Marta a Haddad.

“O que tem hoje em São Paulo e antes não tinha é o abandono. Antes não tinha recurso, mas graças ao Lula e à economia, agora tem”, bradou Marta ao fim do pronunciamento, em critica à propaganda de Gilberto Kassab, cujo bordão é “antes não tinha, agora tem”.

Antes do discurso de Marta, Haddad “cortejou” a senadora. Ele a cumprimentou antes de todos os presentes e disse que Marta foi a criadora dos CEUs e a prefeita que “comprou a briga” para oferecer a mesma qualidade na educação para todos os brasileiros. Haddad tenta engajar Marta em sua campanha – dando total crédito à senadora na idealização dos CEUs. O ex-ministro havia se colocado publicamente como um dos criadores do conceito original dos CEUs, quando trabalhou na gestão de Marta na capital paulista.

O evento marca o retorno de Lula a eventos públicos após o tratamento contra o câncer na laringe. Ele subiu ao palanque da inauguração do CEU Regina Rocco ao lado de Marisa Letícia e do senador Eduardo Suplicy. O ex-presidente acenou para a população do bairro Vila do Tanque, foi aplaudido e aclamado.

Em seguida, foram saudados o prefeito Luis Marinho, que jogou beijos ao povo, e a senadora Marta Suplicy. Bastante aplaudida, ela jogou rosas vermelhas e fez sinal de coração.

Organizado por petistas, o evento tem como objetivo amenizar os ânimos entre a senadora e a cúpula do partido. O PT acredita que a presença dela na campanha é essencial para fortalecer a candidatura do partido na capital paulista.

Marta era pré-candidata à Prefeitura, mas desistiu depois de ser pressionada pelo ex-presidente, que preferia Haddad como pré-candidato. Recentemente, Marta criticou a condução da pré-campanha de Haddad e disse que o ex-ministro precisa “gastar sola de sapato” se quiser vencer.

A ministra da Cultura Ana de Hollanda acompanha a festa política, com propagandas da gestão Marinho.

Deixe seu Comentário