Dia do Autista – Por Arthur Bisneto

No próximo dia 2 de abril, data escolhida pela Organização das Nações Unidas (ONU) como o Dia Mundial de Conscientização do Autismo, vamos pedir mais atenção ao transtorno do espectro autista,  nome oficial do autismo.
A maioria de nós ainda tem a imagem de que todo autista vive em seu próprio mundo e que não consegue se apegar a ninguém. Não, não é isso! Ele vive em nosso mundo. Muitos autistas, porém, têm dificuldade em interagir e se comunicar, por isso não estabelecem uma conversa, ou mantêm uma brincadeira, e tendem a isolar-se — não porque querem, mas por não conseguirem.

Artur Bisneto - Deputado Estadual e presidente regional do PSDB no Amazonas.
Artur Bisneto – Deputado Estadual e presidente regional do PSDB no Amazonas.

Ao pensar que o autista não tem um mundo próprio, teremos mais chances de incluí-lo em “nosso mundo”, com o respeito que merecem, pois preconceito se combate com informação.
O autismo é uma desordem neurológica de diagnóstico ainda difícil e demorado, que segundo estatísticas deve atingir uma a cada 250 crianças. No Brasil estima-se que tenhamos 2 milhões de autistas, mais da metade ainda sem diagnóstico. No mundo, a síndrome atinge mais de 70 milhões de pessoas.
No Amazonas, estatísticas mostram que há 20 mil pessoas que sofrem deste transtorno. Possuo vários amigos  que têm filhos com a síndrome e, conhecendo as histórias de luta, acredito que devemos colocar o autismo entre as prioridades nas políticas de saúde pública em nosso Estado.
Sabe-se que quanto antes o diagnóstico for feito e o tratamento iniciado, melhor será a qualidade de vida da pessoa com autismo. Brevemente, pretendo visitar as dependências do Instituto do Autismo no Amazonas, com o intuito de me aproximar dessa realidade, a fim de auxiliar a descoberta precoce e para que a sociedade comece a conhecer os sutis sinais do autismo em bebês e crianças cada vez mais cedo.
Somente assim as crianças poderão receber a assistência necessária, que envolve uma atenção multidisciplinar e a garantia de frequência ao sistema regular de ensino.

Deixe seu Comentário