“Desbatismo” – Por Rachel Sheherazade

Enquanto isso, aqui no Brasil, um pequeno grupo de ateus “fundamentalistas” prepara outra “surpresinha” para o Papa. Em tom de deboche, prometem fazer uma espécie de “desbatismo coletivo”, protestando contra o que chamam de “imposição religiosa”.

Esquecem que o cristianismo é, antes de tudo, uma escolha – pessoal e racional, o exercício do livre arbítrio.

Desconhecem que até mesmo o batismo católico de crianças precisa ser confirmado na idade da razão.

Mesmo assim, no meio de uma multidão de católicos, o pequeno grupo pretende fazer barulho e chamar a atenção para os “males” do cristianismo, afrontando o Papa e milhões de fiéis em plena Jornada Mundial da Juventude.

Esquecem, também, que a intolerância religiosa é inadmissível neste país que garante a liberdade de culto e a inviolabilidade da crença.

Pobres ateus! Incomodados pela fé, protestando contra algo que não acreditam, tentando, em vão, apartar o homem de deus… Eles não sabem o que dizem!

Irônico é que sem Deus, não haveriam católicos, nem judeus, nem islâmicos, nem agnósticos… nem mesmo ateus.

 

Acompanhe o Blog da Rachel Sheherazade

Deixe seu Comentário