Deputado cobra punição para usina de Santo Antonio por mortes de animais

“Se um produtor rural matar uma paca, mesmo que por acidente durante um serviço na sua propriedade, vai ser punido, vai ser preso. Já a usina está matando milhares de animais e fica impune”.

O deputado estadual Adelino Follador (DEM) fez um duro discurso nesta terça-feira (17), durante pronunciamento na Assembleia Legislativa, contra o consórcio construtor da usina hidrelétrica de Santo Antonio, apontado como responsável pela mortandade de milhares de animais, com a formação do lago da hidrelétrica.

Deputado Adelino Follador_DEM

“É uma irresponsabilidade, uma vergonha para Rondônia. A mortalidade de milhares de animais não pode ficar impune e o consórcio precisa ser punido exemplarmente, pois o que as imagens mostradas pela imprensa denunciam é estarrecedor”, disse Follador.

O parlamentar disse que, por muito menos, produtores rurais e pessoas simples são punidas pela lei ambiental, sem perdão. “Se um produtor rural matar uma paca, mesmo que por acidente durante um serviço na sua propriedade, vai ser punido, vai ser preso. Já a usina está matando milhares de animais e fica impune. Não podemos nos calar e aceitar isso”, desabafou.

Segundo Adelino, “os produtores rurais são massacrados por ambientalistas e pelos órgãos de controle ambiental. Mas contra esse grande consórcio não vemos ação nenhuma. É uma omissão gritante, que não podemos aceitar. Punir um pequeno trabalhador rural que mata um tatu é fácil, mas punir os poderosos, o IBAMA se omite”, denunciou.
Ao finalizar, o deputado disse: “não podemos deixar de denunciar essa matança, essa  mortandade. Se fosse um agricultor, só 1% dos crimes cometidos seria suficiente para ser preso e crucificado”.

Deixe seu Comentário