Copas da Fifa estimulam indústrias do setor Eletroeletrônico em Manaus

De acordo com o superintendente da Suframa, Thomaz Nogueira, o setor eletroeletrônico deverá ser o carro-chefe do PIM em 2013.

MANAUS – Fabricantes de TVs, smartphones e tablets do Polo Industrial de Manaus (PIM) estão empolgadas com a proximidade dos mundiais de futebol, -a Copa das Confederações 2013 e Copa do Mundo 2014. As empresas se preparam para explorar os dois momentos sazonais de mercado.  Embasados no resultado parcial de 2012, onde foram registrados US$ 3,3 bilhões de investimentos produtivos realizados pelas empresas do setor eletroeletrônico.

De acordo com o superintendente da Suframa, Thomaz Nogueira, o setor eletroeletrônico deverá ser o carro-chefe do PIM nesse ano. Devido a performance parcial de R$ 24 bilhões em faturamento do setor resultando no 1º lugar no ranking do PIM com 35,28%, seguindo pelo setor de duas rodas 18,79% e em terceiro lugar o setor químico.

O volume investido no setor resultou no faturamento total de US$ 16,4 bilhões, inclusive bens de informática. Dos quais US$ 14,7 bilhões apontam para faturamento nacional o que corresponde a 89,43% do total, seguido por US$ 1,6 bilhão (9,52%) regional e US$ 172 milhões (1,05%) na exportação, divulgados no relatório de indicadores de desempenho da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa).

Televisores

Animado pelo evento da Copa das Confederações, Nogueira afirma que novos investimentos estão com foco voltado para aumentar a produção de televisores de tela plana, smartphone, tablets e condicionadores de ar tipo split. Ele aproveitou para destacar que a produção de celulares cresceu significativamente em 2012. Quando foram produzidos 24.5 milhões de telefones celulares, vendidos 24,2 milhões de unidades e faturados R$ 4,4 bilhões na parcial até novembro.

A aposta é aumentar a produção. “Nesses bens de consumo, podemos assegurar que não há indicativo de queda para 2013, devido ao país sediar os dois mundiais de futebol”, friso Nogueira.

O presidente do Sindicato da Indústria de Aparelhos Elétricos, Eletrônicos e Similares do Estado do Amazonas (Sinaees/AM), Celso Piacentini está mais cauteloso com a questão do aumento de produção do setor em 2013, sem citar números.

Ele estima um aumento na procura de TVs e SetalBox (decodificador de sinal digital) motivada pela divulgação na mídia, que se for assertiva o resultado será positivo. “A expectativa ainda é otimista na questão da procura por TVs de tela plana, as maiores, mas não deve aumentar a produção com a realização da Copa das Confederações, por se tratar de uma condição sazonal de mercado”, explicou.

Tablets e smartphones

Tablet. Foto: Agência Senado
Tablet. Foto: Agência Senado

Para Piacentini, tablets e smartphones terão destaque neste ano, principalmente por não ter o problema de financiamento, a exemplo do setor de duas rodas, como as motocicletas em 2012 que amarga suas consequências.
Tablet. Foto: Agência Senado

A Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam) aposta na recuperação da economia brasileira para este ano, já estimulada com o crescimento provocado pela atividade industrial e do Produto Interno Bruto (PIB).

Segundo o presidente da entidade, Antônio Silva, além do eletroeletrônico, o segmento químico pode ser um dos principais destaques do ano por apresentar faturamento de R$ 10 bilhões e crescimento aproximado de 16% em 2012. Ainda afirma: queda no faturamento do PIM em relação a 2011 já era esperada, principalmente devido à valorização do dólar em mais de 14% ao longo de 2012.

O estudo da Fundação Getúlio Vargas (FGV) aponta que 39,4% dos empresários esperam que a produção até fevereiro seja maior do que no trimestre anterior. Apenas 1% acredita que a produção industrial será menor. Na parcial em novembro de 2012, a produção industrial chegou a 15,5% segundo dados do ICI (Índice de Confiança da Indústria).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *