Comitê da Internet no Brasil realiza reunião em Manaus

Marco Civil, modelo brasileiro de governança, neutralidade e princípios da Internet são alguns dos assuntos a serem debatidos durante a reunião itinerante do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br). O evento é gratuito e acontece nos próximos dias 10 (segunda-feira), das 14h às 18h, e 11 (terça-feira), das 9h às 11h, no auditório Senador João Bosco Ramos de Lima, na Escola do Legislativo (Assembleia Legislativa do Estado), em Manaus.

É a primeira vez que o CGI.br promove um encontro fora de sua sede (São Paulo). Para a realização do evento, o comitê conta com a parceria da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI-AM).

Um dos objetivos é dar maior visibilidade ao trabalho efetuado pelo órgão, que é responsável por coordenar e estabelecer as diretrizes estratégicas relacionadas ao uso e desenvolvimento da Internet no país. “O CGI sofre o desconhecimento de seu trabalho, sendo baseado em um modelo de gestão pluralista– pouco comum no país -, composto por gestores governamentais, representantes da sociedade civil, do segmento empresarial, da academia e de organizações não-governamentais (ONGs)”, explica o secretário executivo do comitê, Harmut Glaser.

Há necessidade de ampliar o debate em torno de questões relacionadas à Internet junto à sociedade, conhecer o cenário atual e as atividades desenvolvidas nas diferentes regiões. “Fomos convidados pelo secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação do Amazonas para realizar a reunião em seu Estado. Esperamos com isso, conhecer melhor a experiência do Amazonas”, afirma Glaser.

Podem participar do evento gestores governamentais representantes da sociedade civil, do setor empresarial, da academia, de ONGs, além de profissionais de Tecnologia da Informação e áreas afins. O conteúdo refere se a aspectos relacionados à governança da Internet e à atuação propriamente dita do CGI.br. “Nesse sentido, é importante contarmos também com a participação de gestores dos três poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário”, destaca o secretário executivo e outros temas técnicos.

O titular da secretaria de Estado de CT&I do Amazonas, Odenildo Sena, também chama a atenção para a importância da participação da sociedade. “Hoje em dia, tudo tem a ver com a Internet. Então, o que queremos, nessa reunião, é envolver a comunidade em geral para conhecer o trabalho desenvolvido pelo órgão e dar a sua opinião a respeito desse assunto, que é de extrema relevância para todos”, salientou.

Sobre o CGI.br – O Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) foi criado pela Portaria Interministerial nº 147, de 31 de maio de 1995, e alterada pelo Decreto Presidencial nº 4.829, de 3 de setembro de 2003, para coordenar e integrar todas as iniciativas de serviços Internet no País, promovendo a qualidade técnica, a inovação e a disseminação dos serviços ofertados.

Composto por membros do governo, do setor empresarial, do terceiro setor e da comunidade acadêmica, o CGI.br representa um modelo de governança na Internet pioneiro, com base nos princípios de multilateralidade, transparência e democracia.

Programação:

Segunda-feira (10/09) – Horário: 14h às 18h – Abertura

Modelo brasileiro de Governança da Internet; Marco Civil da Internet; Neutralidade da Rede; Os princípios da Internet Brasileira.

Terça-feira (11/09) – Horário: 9h às 11h Pesquisas sobre Uso de TICs, focando principalmente a região Norte, a cargo do CETIC.br;

Padrões web, acessibilidade e dados abertos -W3C Brasil; Apresentação geral dos projetos SIMET, PTT e IPv6; DNSSEC, Espelhos da raiz do Brasil, subdomínios especiais, como eco.br, a cargo do Registro.br; Cartilha Segurança, Porta25, sob responsabilidade do CERT.br.///Mercedes Guzmán

Fonte: Blog da Floresta

Deixe seu Comentário