Chega de Barraco – Por Rachel Sheherazade

A cada nova sessão da Comissão de Direitos Humanos, temos assistido a um festival de desrespeito que me envergonha!

Não faz sentido um pastor homofóbico quando Cristo veio pra todos.

Não faz sentido um gay intolerante quando sua principal bandeira deveria ser a da tolerância.

Não cabem, num Parlamento, deputados que usam a democracia para promover o caos, a baderna, a anarquia.

Somos um país plural de idéias, de credos, de cores, de opções… Não precisamos concordar, mas não podemos desrespeitar os diferentes. Porque nossa luta não é contra pessoas. Nossas divergências têm que se ater ao campo das ideias.

Os “barracos” na Comissão não trouxeram nenhum benefício a quem precisa dos Direitos Humanos. Vantagem, por enquanto, só para os “duelistas”.

O pastor está mais famoso do que nunca. E o ex-BBB, que entrou no vácuo do coeficiente eleitoral, terá garantida sua próxima eleição.

 

Por Rachel Sheherazade

Deixe seu Comentário