Celso de Mello termina revisão do voto do mensalão, que só será liberado na segunda

O gabinete do ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal, informou que a revisão de seu voto no julgamento do mensalão foi concluída na noite desta sexta-feira (5), mas que o material só será liberado no sistema na tarde da próxima segunda-feira.

Celso de Mello durante julgamento do mensalão
Celso de Mello durante julgamento do mensalão

A contribuição de Celso de Mello é a única pendência para que o acórdão, resultado oficial do julgamento, seja publicado, abrindo o prazo para os recursos dos advogados. O voto do ministro é extenso, com mais de 250 documentos, já que ele foi um dos integrantes do tribunal que mais se pronunciou durante o julgamento ocorrido no ano passado e que durou mais de 4 meses.

Assim que sua revisão for liberada, a presidência do tribunal informou que ainda precisará de dois ou três dias com a formatação de todo o material, que terá milhares de páginas, para ser publicado no Diário de Justiça.

Deixe seu Comentário