Até tu, Demóstenes? – Por Rachel Sheherazade

As conversas grampeadas de alguns de nossos parlamentares com Carlos Cachoeira mostram o grau de intimidade que tinham com o bicheiro. Comprovam a troca de favores que mantinham com ele.

De tão corrompidos, chegavam ao descaramento de trocar leis por vantagens pessoais. Transformaram o Congresso em feira de negócios.

E o senador que dizia abominar essa promiscuidade, que vestia o manto da decência, o defensor da ética, era só mais um “pau mandado” do bicheiro.

Seu pagamento vinha em forma de vinhos caros e eletrodomésticos importados. Vendeu seu nome, seu cargo, sua consciência a troco de nada.

Até tu, Demóstenes?

Fonte: Blog da Rachel Sheherazade

Deixe seu Comentário