Antena caseira pode tornar o acesso à internet pelo celular mais eficiente

Já utilizada em países como Estados Unidos e Canadá, a tecnologia está em fase de regularização no Brasil

A internet sem fio e os celulares nem sempre são tão móveis quanto se deseja. Às vezes, a conexão à web está perfeita na calçada, mas basta entrar em um ônibus para a navegação se tornar um desafio. Dentro de casa, é comum o jogo de esconde-esconde, no qual alguns simples passos podem tornar o uso do telefone um suplício. Quem sofre com as oscilações de humor da rede pode até levantar o aparelho para os céus na esperança de obter um sinal melhor, mas a culpa mesmo é das antenas de transmissão, que estão a quilômetros de distância.

Os pontos que transmitem as ondas da central para áreas mais distantes nem sempre conseguem entregar todos os dados, o que resulta numa rede deficiente e congestionada. Geralmente, os usuários que moram nos pontos mais distantes da área de cobertura dependem dos investimentos da operadora em novas antenas para reforçar o sinal na região. Contudo, em alguns países, como Estados Unidos, Canadá e Grécia, os clientes já podem incrementar a cobertura de casas, prédios e até mesmo de veículos por conta própria. Os pontos mortos das ondas de internet e de celular são corrigidos por uma tecnologia chamada de femtocélulas, uma espécie de miniestação de transmissão personalizada.

Deixe seu Comentário