A gênesis do mal – Por Rachel Sheherazade

Infelizmente é de praxe no Brasil: fiscais e burocratas – não é de hoje – criam dificuldades para vender facilidades. Um comércio imoral, às barbas do Estado, que finge não saber de nada… até que a imprensa noticie um novo escândalo.

O excesso de burocracia prejudica o cidadão de bem, mas favorece os corruptos. Pois, se de um lado há pressa em se legalizar, abrir o negócio e começar a faturar, de outro há brechas, há processos, há prazos, há lentidão…

É aí que entra o funcionário corrupto. Ele nunca está sozinho. Age em quadrilha, que tem seus tentáculos na iniciativa privada. E todos saem ganhando. Todos, menos a sociedade!

Licenças falsas, licitações fraudadas, alvarás vendidos, fiscais comprados…eis aí a gênesis das pequenas e grandes tragédias deste país.

Deixe seu Comentário