A Esquerda e a Privatização – Por Rachel Sheherazade

Nada como um mandato após o outro. Pois, finalmente, a esquerda também se rendeu à privatização (ou concessão temporária, como queiram), tão “demonizada” nos tempos de outrora.

Agora o discurso é outro. E tem que ser!

Privatização (ou concessão temporária, como queiram!) é um mal necessário, afinal, o Estado não consegue abraçar o mundo, gerir adequadamente portos, aeroportos, rodovias, ferrovias, bancos, siderúrgicas…

O Estado centralizador é fraco porque carrega fardo pesado demais para sua competência limitada. Suas estatais, salvo exceções, são dispendiosas, acomodadas, ineficientes, cabides de emprego, parasitas de verbas pública E pior! Muitas servem de balcão de negócios escusos entre políticos e empresários. Empresa tem que produzir, pagar impostos, gerar lucro, alimentar a economia, para que o Estado possa cuidar da saúde, da educação, da segurança, e cumprir seu papel fundamental: servir à população!

 

Acompanhe o Blog da Rachel Sheherazade

Deixe seu Comentário